Fundada em 27 de agosto de 1928, com o nome de Associação dos Funcionários da Justiça Federal do Distrito Federal; em 10 de fevereiro de 1938 passou a denominar-se Associação Beneficente dos Funcionários da Justiça no Distrito Federal; a partir de 19 de maio de 1960 Associação Beneficente dos Funcionários da Justiça do Estado da Guanabara e a partir de setembro de 1976, Associação dos Servidores da Justiça Federal, com sede e foro na Capital da República e Diretorias Regionais nas Capitais das Unidades da Federação e no Distrito Federal.

Em 27 de fevereiro de 1998, realizou-se a Assembléia Geral de extinção da Delegacia Regional no Paraná da Associação dos Servidores da Justiça Federal – SERJUS/Pr e neste mesmo dia foi realizada Assembléia Constitutiva da Associação dos Servidores da Justiça Federal do Paraná – ASSERJUSPAR.

No período de 1998 a 2000 a ASSERJUSPAR e o recém criado SINJUSPAR foram administrados pelo mesmo Diretor executivo, que aprovou empréstimos do SINJUSPAR para construção da sede social em Almirante Tamandaré.

Em 11 de setembro de 2000, em Assembléia realizada no Hotel Tibagi, centro – Curitiba/Pr, convocada pelo Conselho Fiscal, para emitir comunicado com os seguintes termos: considerando a complexidade das contas apresentadas pela Diretoria Executiva, em razão das obras da sede campestre e ginásio em Almirante Tamandaré/Pr, o conselho fiscal para elaboração do parecer da analise da escrituração contábil da Asserjuspar do período 01/03/99 a 31/08/2000, deliberou pela contratação de profissional especializado, a fim de fornecer subsídios para elaboração de parecer como lhe faculta o artigo 28 inciso do Estatuto. O conselho Fiscal delibera ainda que oportunamente se entender necessário será contratado profissional para realização de perícia técnica na obra da sede campestre.

Após foi lida a ata de reunião da Comissão eleitoral da Asserjuspar, para o pleito 2000/2002 a qual não homologou o resultado das eleições e que não havendo tempo hábil para convocar novas eleições dentro do prazo da gestão atual foi eleita em Assembléia para assumir a Diretoria as sócias Lais Miriam de Araújo e Nanci de Fátima Cardoso Mendes, a partir de 12 de setembro de 2000.

Em conseqüência da decisão tomada nesta assembléia, houve a interposição de ação de prestação de contas pela diretoria que deixou a ASSERJUSPAR, e durante o curso do processo o Juiz determinou perícia na documentação e devido ao não pagamento dos honorários periciais pela ASSERJUSPAR, a ação de prestação de contas foi julgada procedente.

Posteriormente com a posse da nova Diretoria do SINJUSPAR, houve a interposição de ação monitória para recebimento dos valores não pagos pela ASSERJUSPAR referente as parcelas de empréstimo realizado junto ao SINJUSPAR.

É importante ressaltar que a dívida existe e não houve composição alguma no decorrer destes 8 anos em que a Diretoria Interina administrou a ASSERJUSPAR.

Em outubro de 2008, a nova Diretoria da ASSERJUSPAR assumiu e imediatamente abriu negociações com o SINJUSPAR com o objetivo de solução desse impasse que dura mais uma década, no entanto em reunião com o representante do SINJUSPAR, não houve qualquer avanço no sentido de solucionar o referido impasse jurídico.

Para evitar mais prejuízos ao patrimônio da Associação, iniciou-se um processo de revitalização da Sede Campestre de Almirante Tamandaré, que encontrava-se em estado de abandono, o que canalizou, e ainda consome grande parte dos recursos da ASSERJUSPAR.

Em 2008 a dívida da Asserjuspar girava em torno de R$ 400.000,00 (quatrocentos mil reais) e o patrimônio estava avaliado em torno de R$ 350.000,00 (trezentos e cinqüenta mil reais), ou seja, em simples cálculo aritmético teríamos que entregar a Sede Campestre ao SINJUSPAR e parcelar uma dívida de mais de R$ 50.000,00 (cinqüenta mil reais) considerando a verba de sucumbência já aplicada no processo.

Nestes últimos anos elevamos a avaliação para mais de R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais) o que deixou a Associação em posição de credora em caso de alienação do imóvel, este fato ratifica o compromisso de valorização do patrimônio e compromisso com o associado.

A Diretoria da ASSERJUSPAR aguarda as eleições no SINJUSPAR para retomar as negociações referente à ação judicial.

Rua São Pio X, 1009 - Bairro Ahú - CEP 80540-240 - Curitiba - Paraná
Fone (41) 3076-6090 Fone/Fax (41) 3076-4020 | asserjuspar@gmail.com